Curetagem

Consiste na remoção de lesões cutâneas através da raspagem com um instrumento chamado cureta, semelhante a uma pequena colher.
Para o tratamento de lesões pequenas, na maioria das vezes não é necessário anestesia ou utilizam-se cremes anestésicos aplicados com antecedência de 1 hora, pois o procedimento é rápido. Um de seus usos mais frequentes é no tratamento do molusco contagioso.
Em lesões maiores é necessária anestesia. Nestes casos, geralmente se faz primeiro uma eletrocoagulação e a curetagem é utilizada para remoção do tecido eletrocoagulado e de células que possam ter escapado da eletrocoagulação. O procedimento deixa uma ferida superficial que exige cuidados para a correta cicatrização.