Herpes Labial

O herpes labial recorrente é uma doença comum que afeta cerca de ¼ da população adulta mundial e causa grande impacto sobre a qualidade de vida dos indivíduos acometidos.
Em geral, começa com queimação e dormência no local, posteriormente surgem as lesões, que são vesículas (pequenas bolhas) agrupadas sobre base avermelhada na boca e/ou nariz, que depois formam feridas e em seguida crostas, levando cerca de 1 a 2 semanas para cicatrizar.
Alguns fatores estão associados à recorrência do herpes labial, como febre e outras infecções, exposição solar (raios ultra violeta), stress físico e mental, cansaço, menstruação, gravidez, trauma, cirurgia, medicamentos e estados que comprometam a imunidade (AIDS).

Cuidados com o herpes

  • Não passar muito tempo exposto ao sol;
  • Fugir do stress e do consumo de bebidas alcoólicas;
  • Nos períodos de crise, evitar furar as bolhas e retirar as crostas (cascas) das feridas;
  • Lavar as mãos após tocar as lesões e evitar contatos íntimos, como o beijo. O beijo na boca é uma importante forma de contágio para o herpes labial.